19/06/11

Benfica 2011-2012, certezas e dúvidas


AS ESCOLHAS DE JESUS

A poucos dias do arranque da época 2011/12, os pontos de interrogação no plantel do Benfica são proporcionais às certezas. Nesta fase inicial, a principal dor de cabeça de Jorge Jesus será riscar nomes. O técnico já revelou que quer 27 jogadores (admitindo levar 30 para estágio), pelo que terá de excluir mais de uma dezena de elementos. Eis o cenário, por sector:
Guarda-redes: O reforço Artur é aquele que tem lugar mais sólido, sendo que a permanência de Moreira também parece certa. Roberto deixa a Luz se aparecer uma boa solução para ambas as partes, e o futuro de Júlio César parece dependente do espanhol. Oblak deve seguir para novo empréstimo.
Defesas: Maxi continua a ser o principal candidato à lateral direita, mas agora terá maior concorrência, até para salvaguardar a presença na Copa América. Wass entra na luta pelo posto, sem esquecer Rúben Amorim, de regresso à competição. André Almeida desempenhou esta função no Belenenses, mas o mais provável é ser cedido.
Para o eixo ainda falta um reforço para fazer dupla com o capitão Luisão (Dedé?), ficando Jardel como principal alternativa. Roderick seria a quarta opção, mas não está descartado um empréstimo que permita adquirir experiência, e que justificaria outra entrada. Miguel Vítor e o brasileiro Leandro Kanu não ficam no plantel, ainda que exista a hipótese de cumprirem a pré-época, para compensar a presença de Luisão na Copa América e uma eventual demora na contratação do tal reforço.
A confirmar-se a saída de Coentrão, o Benfica terá também de reforçar o lado esquerdo da defesa (Ansaldi é o substituto desejado). Sobra ainda espaço para Carole e César Peixoto, mas o francês vai ao Mundial sub-20. Shaffer vai fazer a pré-época, mas dificilmente fica. O argentino jogou muito pouco na última época, tal como Fábio Faria, que deve ser novamente cedido.
Médios: embora ainda esteja por oficializar a contratação, Enzo Pérez já entra nas contas de Jesus como dono do lado direito. Urreta tem a pré-época para mostrar que pode ser o plano B, sem esquecer que Amorim e Carlos Martins também podem fazer este lugar. Balboa não entra nas contas.
Javi García volta a ser o dono da posição seis, mas a concorrência agora é oferecida pelos reforços Matic e Nuno Coelho. Aimar e Carlos Martins ganham a companhia de Bruno César mais à frente, ainda que o brasileiro seja também alternativa para outras posições. Menezes terá de mostrar mais para ficar, sendo que David Simão, Miguel Rosa e Rúben Pinto também vão lutar por uma oportunidade na pré-época.
Gaitán é o principal candidato ao lado esquerdo do ataque, mas se a falta de um substituto foi um problema na época anterior, a chegada de Nolito promete animar a luta pelo lugar. Fernández deve estar de saída, sobretudo se mantiver o nível exibido nos primeiros seis meses.
Avançados: Seis vagas por preencher, sendo que Saviola, Jara e Cardozo têm lugar cativo (a saída do paraguaio parece afastada). Embora o contrato de Weldon tenha sido renovado, a permanência não está garantida. O mesmo se aplica a Kardec, que pode ser emprestado. Mora terá de contornar as limitações físicas (não joga há vários meses) para confirmar a entrada no plantel. Os jovens Nélson Oliveira e Rodrigo iam ser analisados por Jesus, mas os planos estão condicionados pela participação no Mundial sub-20. Melgarejo pode integrar as primeiras semanas de trabalho, mas o empréstimo é o futuro traçado.
Outros casos: jogadores como Jorge Ribeiro, Adu ou outros ex-juniores não entram nestas contas, embora tenham vínculo ao clube. Aguardam colocação, seja por empréstimo ou não.
Mais Futebol

5 comentários:

  1. Na minha ideia (de treinador de sofá) sera algo assim:
    Artur, Roberto e Moreira
    Maxi, Luisão, Jardel, Coentrão (comigo não saíria, a não ser que batessem os 30 milhões), Wass, Miguel Vitor, Roderick, Ansaldi (era para comprar!)
    Javi Garci, Aimar, Carlos Martins, Bruno Cesar, David Simão, Gaitan, Nolito, Urreta
    Saviola, Jara, Cardoso, Nelson Oliveira

    Assim teriamos 23 jogadores, mais o polivalente Ruben Amorim, Matic para meio campo, Rodrigo para o ataque e provavelmente Kardec para o ataque.

    Eu ficaria com o Urreta no plantel pois joga em ambas as alas, com o Miguel Vitor pois é português, é do clube, e tem qualidade, Nelson Oliveira porque tem qualidade e é um avançado com grande futuro, David Simão porque é um verdadeiro polivalente no meio campo e mostrou grande qualidade. No meu intender temos de começar a reduzir a folha salarial e a apostar em jogadores portugueses que se possam valorizar. Só assim poderemos ter a tal espinha dorsal tão prometida e realizar mais dinheiro em futuras transferências. Além disso, a não vender Coentrão este ano, renovava aumentando a clausula de rescisão ;) assim como com Maxi Pereira que tão cobiçado foi este ano!

    ResponderEliminar
  2. ÚLTIMA HORA: VILAS SALTITÃO ENCURRALADO

    www.sakanagem69.blogspot.com

    Divulguem

    ResponderEliminar
  3. Boas.
    Então vocês retiraram o AMO-TE BEИFICA! ( http://amt-slb.blogspot.com/ ) da lista de blogues?
    Cumps.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23.6.11

    Visita o Fórum: http://futebolpower.foruns.com.pt/

    ResponderEliminar
  5. Anónimo17.7.11

    boa
    deixem jogar o craque nolito

    ResponderEliminar