24/02/11

Ninguém pára o Benfica


A equipa de futebol do Benfica superou o seu recorde histórico de vitórias consecutivas em jogos oficiais numa temporada, ao conseguir a 16.ª em Estugarda, na Alemanha, onde nunca ganhara em 19 deslocações.
Após o desaire caseiro com o Schalke 04 (1-2, a 07 de dezembro), o "onze" de Jorge Jesus colecionou 16 triunfos, superando o seu máximo de sempre, que datava das longínquas épocas de 1972/73 e 1981/82, sob o comando das lendas Jimmy Hagan e Sven-Goran Eriksson, respetivamente.
"Só uma grande equipa pode conseguir uma marca como esta, só pode ser uma grande equipa. Estamos numa fase muito boa. Vamos ver até onde conseguimos ir, onde nos conseguem parar", disse, no final do encontro, Jorge Jesus.
O trajeto 100 por cento vitorioso começou a 12 de dezembro de 2010, com um triunfo por 2-0 sobre o Sporting de Braga, para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, e inclui 14 vitórias nos 14 jogos de 2011.
O registo vale por si só, mas sai ainda mais enriquecido porque inclui triunfos nos redutos dos dois eternos rivais e uma inédita vitória na Alemanha, com a curiosidade de os três terem sido conseguidos pelo mesmo resultado: 2-0.
A 2 de fevereiro, no Dragão, Fábio Coentrão, que viria a ser expulso no início da segunda parte, e o espanhol Javi Garcia selaram o triunfo e, segunda-feira, em Alvalade, onde jogou toda a segunda parte com 10 (expulsão de Sidnei), faturaram os reforços argentinos Gaitan e Salvio.
Quinta-feira, em Estugarda, Salvio voltou a marcar e o paraguaio Óscar Cardozo apontou, de livre direto, o outro tento dos encarnados.
Antes, em 1972/73, quando conquistou o título sem derrotas (28 vitórias e dois empates), o Benfica, comandado pelo britânico Jimmy Hagan, logrou 15 vitórias seguidas entre 12 de novembro de 1972 e 18 de março de 1973.
Foram 14 vitórias para o campeonato e uma para a Taça de Portugal, a última (4-2 no Restelo), já que, no jogo seguinte, a 1 de abril, o Benfica foi "empatado" nas Antas aos 86 minutos (marcou Flávio), no que foram os primeiros pontos perdidos no Nacional, à 24.ª jornada.
Quase uma década depois, em 1982/83, chegou à Luz um jovem treinador, de nome Sven-Goran Erikson, e o seu impacto foi imediato: 15 vitórias nos primeiros 15 jogos oficiais, no que acabou por ser a melhor série do sueco.
Este registo foi conseguido com 10 encontros do campeonato, um da Taça de Portugal e quatro da Taça UEFA, prova em que as águias viriam a falhar o recorde de 16 triunfos, ao empatarem 1-1 em Zurique, na primeira mão da terceira eliminatória - viria a golear por 4-0 na Luz.
Agora, quase 40 anos após o feito de Hagan e 30 do de Erikson, Jesus fez ainda melhor: soma já 16 vitórias seguidas, entre Liga portuguesa (sete), Taça de Portugal (quatro), Taça da Liga (três) e Liga Europa (duas).
Record

2 comentários:

  1. É de facto assinalável este percurso do Benfica, notável.

    ResponderEliminar