31/01/11

Obrigado David!


«Sinto muita tristeza porque foi clube que vivi de corpo e alma e que vou continuar a amar, mas levo a alegria de novas emoções, desafios e emoções na carreira. Espero estar preparado», disse o central brasileiro em declarações à Benfica TV.
«Nunca senti nada igual na minha vida, em qualquer lugar como quando pisei a Luz e todos os estádios em que ia jogar pelo Benfica. Sempre tive uma ligação muito próxima e intensa com os adeptos. Todos os momentos que passei no Benfica vão ficar marcados e levo o Benfica no coração», prosseguiu David Luiz, que espera regressar para terminar a carreira no Benfica,
«É muito cedo para pensar em voltar, sou um garoto, mas quando penso num clube para terminar a carreira, o Benfica vem em primeiro lugar. Nunca me senti tão bem, tão desejado, tão querido desde o primeiro dia. Isso atingiu-me no coração e nunca consegui esconder isso. Parto com a alegria e orgulho de ter feito parte desta família e deste clube. Se um dia puder escolher onde terminar a carreira, certamente que será no Benfica.»

Comunicado do S.L. Benfica
A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com o Chelsea Football Club Limited, da Premier League, para a alienação a título definitivo dos direitos económicos e desportivos do atleta David Luiz Moreira Marinho, pelo montante de € 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de euros).
Mais se informa que o referido acordo prevê ainda a cedência a título definitivo da totalidade dos direitos económicos e desportivos do atleta internacional Nemanja Matic.

1 comentário:

  1. Mal saiu a noticia desta venda, logo se apressaram alguns, a classificar este negócio como mau ou ruinoso, o que também não me admira, são os mesmos que seja qual for a venda ou a compra ou o negócio que o Benfica faça é sempre mau, esta-lhes nos genes, são assim, mal dizentes por natureza, foi assim com Di Maria, que rendeu 36 milhões ao clube.
    Sejam quais forem os valores mencionados (20 ou 25 milhões à cabeça), eu considero um mau negócio do ponto de vista desportivo, porque gostava do carisma, da postura e da qualidade futebolística de David Luiz, mas do ponto de vista financeiro, acho um bom negócio e uma boa venda, até porque nestes casos, o jogador tem também uma palavra e é perfeitamente natural e legítimo que o jogador quisesse outros palcos e um salário que só em certos lugares pode ser pago.
    Eu que nada percebo de matéria financeira, procuro apenas analisar as coisas pelo lado objectivo com a ignorância que a matéria me suscita, embora folgue em ver grandes especialistas económicos por estes blogues a fora, mas se receber a exorbitãncia de 20 ou 25 milhões à cabeça, algo que está longe de ser usual, por um jogador que foi vendido por 20 vezes mais que o valor da compra, num negócio que pode passar os 30 milhões é um mau negócio, por favor, alguém que me explique o que é um bom negócio.
    Mas mais, quem me diz que daqui a 2 ou 3 anos Matic não é vendido por 15 ou 20 milhões? É uma incógnita, mas é também uma possibilidade, com o risco que a caracteriza.
    Analisando as transferências desta época, e quando digo desta época refiro-me ao seu início e não a este mês de janeiro, alguém que me dê 10 transferências mundiais, repito, mundiais, mais valiosas que esta e se o conseguirem, digam-me quantos defesas ali estão e depois sim, com objectividade, justifiquem-me a razão ser um negócio assim tão ruim, porque repito, pela minha ignorância na matéria, não entendo.
    Julgo por tudo isto que é prematuro dizer-se que estamos perante um mau negócio.
    Resta-me desejar a um jogador exemplar na sua postura e de enorme qualidade as maiores felicidades.
    Peço desculpa por tão longo comentário.

    ResponderEliminar